carro torto, banco rasgado, atendente bate o telef

Fiat Por clayton CURITIBA/PR - 15/3/2013 às 21:13:9


É impressionante como ainda hoje existem empresas, como a FIAT, que desrespeitam o consumidor de forma abusiva.

Adquiri um automóvel Pálio ELX (se arrependimento matasse!), e o primeiro problema que constatei foi que o carro estava um pouco torto.

Depois foi um arame do banco que rasgou o tecido (o banco do pálio é de péssima qualidade). Fiz uma reclamação no 0800 da Fiat, solicitando o reparo gratuito do banco e fui orientado a ir até a concessionária. Estava certo que seria atendido, no entanto na concessionária, após 2 horas de espera, me foi informado que a regional Fiat de Curitiba havia negado o reparo gratuito do banco. DURANTE AS 2 HORAS QUE FIQUEI ESPERANDO CONVERSEI COM OUTRO PROPRIETÁRIO DE CARRO DA FIAT QUE ME DISSE QUE O BANCO DO CARRO DELE TAMBÉM HAVIA RASGADO, E QUE A FIAT HAVIA CONSERTADO GRATUITAMENTE , APÓS ELE INSISTIR MUITO. Este senhor também me falou que tinha conhecimento de outros casos de carros da Fiat que o banco havia rasgado - OU SEJA É UM PROBLEMA COMUM.

Solicitei a resposta da regional fosse dada por escrito, mas também este pedido foi negado .

Depois percebi que tanto a fábrica da Fiat, quanto a regional Curitiba tem PAVOR DE FORNECER QUALQUER RESPOSTA POR ESCRITO ...

POR QUE SERÁ????????????????????????????????????????????????????????????

Fiz novas reclamações no 0800 , mas o atendimento ao cliente da Fiat é horrível, pavoroso, caótico - só enrolam.

Minha namorada, vendo que estavam enrolando, resolveu ligar para o 0800 da Fiat, E O ATENDENTE BATEU O TELEFONE NA CARA DELA.

Liguei novamente para o 0800 da Fiat, DESTA VEZ PARA SOLICITAR CÓPIA DA GRAVAÇÃO TELEFÔNICA EM QUE O ATENDENTE BATEU O TELEFONE.

Foi aí que começou mais um FESTIVAL DA INCOMPETÊNCIA FIAT.

Ligou no meu celular uma funcionária da Fiat e me disse que se eu quisesse cópia da gravação eu deveria escrever uma carta com a solicitação e encaminhar pelo correio para um endereço que ela me forneceu na cidade de Betim-MG.

Questionei , que se eu já tinha feito o pedido pela internet, e que se a Fiat já tinha ciência , para que eu deveria escrever novamente, e ainda mais em uma carta enviada pelo correio, sendo que o meio eletrônico é muito mais eficiente.

A funcionária, grosseiramente, informou que este era o padrão da Fiat, e que eu deveria agir desta forma se quisesse ter o meu pedido analisado.

Perguntei a quem eu deveria endereçar a carta, e ela não soube me responder, DISSE QUE A CARTA SERIA ENDEREÇADA PARA QUEM A RECEBESSE NO LOCAL (PARECE PIADA).

Perguntei se pelo menos ela sabia me dizer qual setor da Fiat estava naquele endereço, e ela também não soube, repetiu que a carta seria para quem recebesse a correspondência no local.

Fiquei desconfiado e fiz nova reclamação no site para que confirmassem ou não essas informações passadas por telefone.

No final de dezembro/2012 (5 meses após a primeira reclamação) me ligou um funcionário da regional Curitiba (ao meu ver despreparado para tratar com o público) e entre outras coisas me disse que :

1. A Fiat não iria consertar o banco do carro gratuitamente;

2. A Fiat não me forneceria nenhuma resposta por escrito;

3. Que eu se fizesse novas reclamações no site, estas seriam simplesmente finalizadas sem nenhuma análise. Falei que escreveria para a Fiat Italia e ele disse que daria no mesmo, que a reclamação seria encaminhada para ele e seria automaticamente encerrada sem resposta.

Encaminhei uma reclamação para a Fiat Itália através do site, e recebi um "retorno" de um funcionário chamado Victor Chambres. Na verdade a resposta foi ´so enrolação, cheia de frases-padrão: "agradecemos seu contato..." "seu caso mereceu nossa melhor atenção..." , etc, mas não resolveu efetivamente nada.

OU SEJA, A FIAT BRASIL FAZ CARROS DE MÁ QUALIDADE E TRATA O CLIENTE COM DESPREZO POIS TEM O AVAL DA FIAT ITÁLIA.

Por último a seta do carro parou de funcionar. Fiat é só decepção...

  • Compartilhe esta reclamação no G+.
  • Eu apoio!
Compartilhe esta reclamação

Respostas e Réplicas:

Comentários:

Nenhum comentário encontrado.

Últimas reclamações contra Fiat!